8 tipos de contratos que uma empresa pode precisar

8 tipos de contratos que uma empresa pode precisar

Ao longo da vida, uma empresa pode precisar de diversos tipos de contratos. 

E engana-se quem pensa que apenas um modelo pode ser reaproveitado para diferentes áreas; é preciso respeitar as especificidades de cada relação. 

Podemos dizer que o primeiro (e um dos mais essenciais) é o Contrato Social que equivale uma certidão de nascimento da empresa.

Nele devem ser registrados aspectos básicos como: quem são os sócios, qual o endereço da sede, qual o ramo de atuação, capital social, o que acontece se um sócio sair, além de outros detalhes. Firmado entre os sócios-quotistas, o contrato também estabelece quais são as obrigações e direitos de cada um deles.

Veja alguns outros tipos de contratos: 

 

📍 acordo entre os sócios

📍 para contratação de funcionários em regime CLT

📍 para contratação de temporários

📍 para contratação de estagiários

📍 para contratação de Jovem Aprendiz

📍 para contratação de terceiros (ex: freelancers, fornecedores, PJs em geral) 

📍de prestação de serviço (dependendo dos serviços podem ser necessários diferentes contratos para tal categoria) 

 

Ok, já vimos que são muitos tipos de contrato, mas o que deve conter em cada um deles? 

Existem pontos obrigatórios e gerais. Porém, para realmente atender às necessidades da empresa, é preciso uma avaliação aprofundada do negócio para só então elaborar um documento adequado e personalizado. 

Portanto, nada substitui a contratação de um profissional qualificado e experiente. 

Fuja de modelos disponibilizados no Google! Eles podem te dar a falsa sensação de segurança e ainda causar prejuízos. 

É melhor saber as regras do jogo antes de jogá-lo. Antecipe!

Compartilhe este artigo.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Posts mais vistos