blog

“A mãe do meu filho se casou novamente. Posso deixar de pagar a pensão dele?”

Não é incomum aparecerem perguntas como essa, mas a resposta é bastante simples: não pode. 

Quando a pensão alimentícia é destinada aos filhos, o estado civil do ex-cônjuge não interfere na obrigação de pagamento. 

Não é porque agora há um novo integrante na família, que o pai ou mãe não deve arcar com essa responsabilidade. 

Inclusive, se uma mulher é casada, porém acaba tendo filho de outro homem, esse homem também terá que pagar pensão à criança, independente do estado civil da mãe. 

Um novo casamento traria impacto caso a pensão fosse destinada à ex-cônjuge. 

🚨 Deixa-se de ser esposo, mas nunca de ser pai.🚨  

O máximo que pode acontecer é uma revisão de valores. 

Porém, tudo isso precisa ser analisado individualmente e solicitado por meio de ‘ação revisional de alimentos’ (não basta apenas deixar de pagar o valor estabelecido previamente).  

☝️ Quando a pensão pode ser cancelada? 

Na teoria,o responsável pela pensão alimentícia pode solicitar uma ação de exoneração de alimentos quando o filho casa ou está em união estável ou atinge a maioridade (18 anos ou mais caso continue estudando). 

Porém, é sempre importante lembrar que cada caso é único. Podem existir particularidades não abordadas nesta publicação que modificam o informado. 

Por isso, este post é apenas informativo, não substitui uma consulta com profissional especializado de sua confiança.

Compartilhe este artigo.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Posts mais vistos