blog

Será que você sabe como escolher bem o seu parceir@ de negócios?

Esses anos como advogados empresariais e também como gestores nos mostraram que muitas pessoas acreditam que escolher um sócio é coisa simples. Na verdade, a tarefa é mais complexa do que se imagina e pode definir o futuro da empresa.  

Então, inspirados pela nossa rotina e no livro “Empreender: a arte de se f*der todos os dias e não desistir” trouxemos alguns pontos importantes para ajudar você na escolha do sócio ideal: 

📍 Comece devagar 

Converse, conheça, faça uma parceria, tenha a experiência de trabalhar lado a lado antes de fechar a sociedade. Entrar em uma relação dessa importância sem conhecer bem a pessoa é um risco muito alto. 

📍 Compartilhe dos mesmos valores

É importante que os sócios estejam alinhados com ao menos os pontos-base que guiarão as decisões e ações da empresa. Isso não quer dizer concordar em tudo, mas evita que todo e qualquer debate vire uma disputa de opiniões ou egos. 

“Sem ter um caminho comum para que todos possam olhar e entender a melhor maneira de seguir, tudo vira um cabo de guerra – vencido pelo cansaço, e não pela razão”. 

📍Busque expertises complementares 

Quando expertises diferentes se unem, a tendência é que as forças se somem. Se você tem muita experiência em vendas e seu sócio em processos, por exemplo, poderão atuar fortemente em duas frentes e há mais chances de potencializar os resultados.

📍 Tenha respaldo jurídico

O acordo de sócios é o principal instrumento que regula as relações entre os sócios, definindo os deveres e obrigações de cada participante da sociedade. 

Então, sempre busque profissionais qualificados que te ajudarão na elaboração desse contrato fundamental para o futuro da sua empresa.

E, por fim, tenha em mente que, mesmo seguindo todas essas sugestões, existirão conversas difíceis porque “mesmo quando você encontrar a pessoa certa, saiba que conflitos serão parte da convivência. Porém, desde que vocês compartilhem dos mesmos valores, isso não será um problema.”

 

*Todos os trechos citados foram retirados do capítulo 3 do livro “Empreender: a arte de se f*der todos os dias e não desistir”

Compartilhe este artigo.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Posts mais vistos