Longevidade

Você sabe o que contribui para a longevidade da sua empresa?

Empresário, não tenha medo de planejar a sucessão da sua empresa. 

Ao longo da vida de uma empresa, o planejamento é necessário em várias frentes: finanças, marketing, administração, etc. 

Porém, pouco se fala no planejamento sucessório, aquele que tem como objetivo planejar a “passagem do bastão” de um sócio ao seu sucessor. 

Principalmente nas empresas familiares esse assunto ainda é bastante evitado já que a sucessão pode acontecer em caso de falecimento e ninguém gosta de pensar nisso.

Por mais difícil que possa ser enfrentar esse tabu, não é morbidez falar sobre planejamento sucessório. 

É se preocupar com a saúde e longevidade do seu negócio. 

A sucessão vai ocorrer, cedo ou tarde, de maneira planejada ou não. Ter essa consciência preparará a empresa e os familiares, tornando o momento da sucessão menos difícil.

“Quando não planejado, o processo de sucessão ocorre de maneira desordenada e passa a depender quase que exclusivamente de circunstâncias do acaso, o que justifica a redução do número de empresas familiares viáveis ao passar das gerações”, explica nosso advogado Rafael Király.

Sabia que pouco mais de 30% das empresas familiares chegam à segunda geração? Apenas 12% ainda são viáveis na terceira; e somente 3% sobrevivem e continuam após a quarta geração*.

Em muitos casos, a razão da “morte” da empresa é justamente a falta de planejamento da sucessão. Então, o planejamento sucessório permite à empresa continuar a trajetória de sucesso e transmitir os valores, conquistando a longevidade e preservando o patrimônio familiar ao longo das gerações.

Compartilhe este artigo.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Posts mais vistos